Páginas

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

preparativos para a guerra

Marinha gastou 3,2 milhões em balas
Em 2011 foram adquiridas munições, torpedos e outro material militar para reservas de guerra, diz relatório oficial. A despesa foi efectuada através da Lei de Programação Militar, revela uma relatório enviado ao Parlamento pelo secretário de Estado da Defesa, Paulo Braga Lino. O Ministério da Defesa confirma que essa despesa resultou de «compromissos com a NATO». Saquei a notícia daqui... Jornal A Bola

1 comentário:

Luis Estêvão disse...

Se calhar estamos em guerra e não sabemos...