Páginas

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Não havia necessidade disto…

10 comentários:

Anónimo disse...

Será alguma mentira ? Realmente é verdade... se não queriam ouvir essas frases, não tivessem convocado jogadores brasileiros para a selecção portuguesa... caso um jogador venha para portugal ainda antes dos 20 anos, joguei há mais de 6 anos nos nossos campeonatos, ainda posso aceitar... agora um liedson, empregado de supermercado, vem para portugal , já nos trinta, vai para a selecção fazer o quê ? Só se for para a montra do futebol para fazer o contrato da vida dele após o mundial e assim o sporting ganhar uns trocos...

João Silva disse...

De acordo! Não é mentira nenhuma!

E não havia mesmo necessidade nenhuma de ouvirmos estas bocas.

Cesar Salgueiro disse...

Temos que ver as questões de outra forma, para mim, muito menos virtual, porque em 66 no campeonato do mundo de Inglaterra, havia muito menos jogadores, nascidos em Portugal, Eusébio, Coluna, Germano, Hilário, Vicente, e se o critério é nascidos em Portugal, então façamos outras contas em 1966, 95% dos jogadores que disputavam a primeira divisão, eram todos nascidos entre o Minho e o Algarve, e no Benfica tirando os “nacionalizados” os restantes de todo o plantel eram portugueses, ontem o Benfica conseguiu começar o jogo com 3 portugueses, e nenhum nacionalizado, que penso ser inédito, se fosse proporcional ao numero de jogadores portugueses que jogam em Portugal e ao nosso tamanho, visto de qualquer perfil, se calhar eram 3 nascidos em Portugal e o resto Nacionalizado, paras as ambições que ostentamos.

Nós como povo até somos dos menos patriotas, porque pouco nos faz comungar como comunidade, às vezes penso o que nos liga como povo, e alem de falarmos a mesma língua, é preciso pensar muito, a não ser que devemos ser dos povos que mais facilmente faz uso da critica.

É esse o pão que temos é desse que vamos comer…

João Silva disse...

César, na minha educação ensinaram-me que Angola, Moçambique, Guiné, etc., era território português. Para confirmar isto, gramei de 1972 a 1974, com os costados em Angola, para defender Portugal. Na minha opinião mal, mas era assim. Logo, os jogadores que mencionas, nasceram em território portuga e com BI portuga, por conseguinte aptos a representar a selecção do seu país, nessa altura.

Por muito que queiras, embora eu não entenda, o Deco, Pepe e Liedson, que eu respeito como excelentes jogadores, são brasileiros… o resto é tanga. Ouvimos estas bocas dos suecos ou húngaros, agora dos brasileiros e vamos continuar a ouvir… sem necessidade, porque temos bons jogadores portugueses para jogar naquelas posições, embora mais fracotes… mas é o que temos.

A quem interessa esta situação? A mim não… pergunta ao Madaíl.

Cesar Salgueiro disse...

João eu entendo o teu sentimento, até porque andas-te lá e eu só andei a passar férias nos Açores na marinha,mas quando defendemos o nosso nacionalismo ,temos que ver que eles tambem defendiam o nacionalismo deles, que entendiam e tinham o direito, e não aquele que nós lhe impunhamos, óbviamente que eram portuguêses mas por imposição, o Coluna até patrocinava a independencia do seu país.
Se calhar há mais voluntarismo destes agora. são pontos de vista .
Eu tambem cheguei a dizer angola é nossa,mas já nem sei aonde.
Eu compreendo-te joão até porque vivi o mesmo tempo que tu viveste , e num país muito pequeno como o nosso, que pagou 3 guerras ao mesmo tempo, não sei se alguma potência o consegui, e a nossa guerra não era com as ex colónias , era com o mundo, porque as super potencias apoiavam o outro lado.
Mas vamos aceitar aqueles que se querem identificar conosco.
O Brasil A ... Até seria uma equipa de Índios, não vale a pena ligar aos disparates do selecionador brasileiro

João Silva disse...

César, como te disse não aceito termos que jogar com 3 jogadores brasileiros.

Três por enquanto! A tendência é para mais... e mais.

Daqui a uns anos, quero ver como é.

Bem, vou ver o Setúbal.

edu disse...

Os problemas da selecção que nos levaram a gramar com o Dunga:

- Presidente à demasiado tempo na federação, não tem sido tomadas decisões acertadas... ainda bem que ele já tem o lugar garantido na uefa e se vai juntar à equipa do Platini, olha que dois...
- Carlos Queiroz como treinador ? Por amor de deus...
- Liga Portuguesa repleta de incompetentes, não valorizam o Campeonato Portugues, deviam incentivar o uso de jogadores portugueses pelas equipas profissionais, e arbitragens competentes... aquele 2º golo do sporting ao sporting foi utópico :)
- Investimento no desporto escolar, especialmente no universitario, como acontece nos EUA com o Baskett e outros desportos...
- As convocatórias e escolhas de capitão deixaram de ser feitas pela marca NIKE, e pelos resposáveis tecnicos da seleccção...


São estas algumas sugestões...

Cesar Salgueiro disse...

Carlos Queiroz é o unico português capaz de um projecto de fundo para a selecção, o trabalho que fez antes, durou até scolari, e depois ninguem mais fez nada, e estava em falência, mas deixem estar toda a estrutura técnica ,dos 17 anos até a ele ,porque o plano e trabalho para o futuro já começou , só que ainda muita gente não vio , mas por isso é que eu admiro Queiroz. Deixem trabalhar e critiquem daqui a 4 anos, mas anda tudo a trás das opiniões das "simpatias" jornalisticas, para mim a pior classe profissional, que passeia a sua opinião em bandeiras que eu não carrego

Anónimo disse...

Sou totalmente contra esta situação sempre fui e sempre serei, e por isso um dia gostava de ver a selecção alinhar com 11 naturalizados, só pra ouvir a opinião dos que agora defendem esta política, pra equipa tenho o FCP a selecção é para portugueses nascidos em Portugal, e se os outros não cumprem com isto porque não podemos ser diferentes?

mipoint

Tripeiro Conbictu disse...

Ouvi dizer que a selecção vai comprar o Ibraimovic. Será verdade?
Mais a sério...as naturalizações de jogadores estrangeiros, desvirtuam completamente as provas de futebol de selecções. Se o Hulk não tivesse sido chamado à selecção brasileira, já havia opinadores a reclamar a sua naturalização, para poder ser chamado à selecção portuguesa. Parecem-me completamente despropositadas estas histórias de naturalizações, seja em que desporto for.
Tem alguma piada ver o obikwelu (só pelo nome, dá logo para ver que é de Trás-os-Montes) a correr com as cores de Portugal?

Abraço