Páginas

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

novas tecnologias... ou continuar na pré-história

“Isto foi um roubo! Estamos revoltados porque o que se passou aqui é uma vergonha, um escândalo! Assim, vai ser difícil alguma equipa além dos três grandes lutar pelo título.”
António Salvador, presidente da SAD do Sporting de Braga, no final do jogo com o Benfica, 2009-01-11

O responsável do Sp. de Braga, tem toda a razão para estar revoltado! Mas não são só os árbitros os culpados!

Estes erros só acabarão ou serão reduzidos com a introdução das novas tecnologias. Como os responsáveis do futebol mundial não estão interessados em alterar o sistema, estas cenas vão continuar e o futebol continua a perder a credibilidade.

Assim também não gosto, ganhou quem foi beneficiado, e perdeu quem foi prejudicado e esteve melhor em campo.

2 comentários:

. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Soares disse...

As novas tecnologias poderiam ajudar em determinadas ocasiões no jogo, mas eu propunha era a alteração de algumas regras do futebol:
- Eliminar a Regra do Fora de Jogo, deixava de haver confusão e os jogos seriam muito mais aberto, o espaço entre jogadores maior... Futebol directo... futebol espectaculo, mais golos que é o que o povo gosta...
- Substituições com o jogo a decorrer, efectuadas pelo quarto arbitro... o futebol é o unico jogo que precisa que o jogo esteja parado para se fazer uma substituição... e por acaso é o futebol que tem o campo maior...
- Limite de faltas dos jogadores, como acontece com o Baskett... incrivel o numero de faltas que certos jogadores fazem... no Benfica-Braga falam dos Fora de Jogo, dos Penalties... não falam das 15 faltas feitas pelo Vandinho ? teria ido para a rua aos 20m... se fosse o Bynia claro...
- entre outras sugestões que poderiam ser dadas certamente...