Páginas

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

os verdadeiros donos cá do sítio...
“Os figurões impolutos do sítio , acreditem, comem tudo e não deixam mesmo nada. E enganam os tolos com papas e bolos”.
António Ribeiro Ferreira, Correio da Manhã, 2008-11-17

3 comentários:

Anónimo disse...

chegada ao Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa de 12 elementos dos No Name Boys, detidos ontem, foi extremamente atribulada, revelando-se insuficientes os meios de segurança aplicados à situação.

Quando estavam a chegar as carrinhas com os 12 elementos ao TIC surgiram outros membros dos No Name Boys que provocaram uma grande confusão no local, com empurrões e garrafas a voar pelo ar, que atingiram agentes que estavam no local.

No meio da confusão, e quando os adeptos tentavam destruir material de um reporter de imagem, um dos polícias que interveio ficou ligeiramente ferido na cabeça.

Os elementos gritavam palavras de ordem como "Aguentem-se", "Benfica Sempre" e "Tenham Força" .

Devido aos incidentes houve um reforço policial.

Anónimo disse...

A "operação fair play" - que resultou ontem na detenção de duas mulheres e 28 homens da claque no Names Boys - teve início diligências há cerca de um ano, sendo os detidos suspeitos de vários crimes como associação criminosa, posse e tráfico de armas de fogo, tráfico de estupefacientes, ofensas à integridade física qualificada, roubo, incêndio, explosões e outras condutas especialmente perigosas, segundo informou a PSP em comunicado.

Segundo a polícia, "os suspeitos dedicavam-se ao tráfico de produto estupefaciente como forma de financiamento da claque".

A operação resultou na apreensão de 11,5 quilos de haxixe, 115 gramas de cocaína, 70 gramas de ecstasy e 187 gramas de liamba, três armas, munições de vários calibres, quatro soqueiras, cinco embalagens de gás de defesa (spray), três bestas, três armas eléctricas, quatro bastões extensíveis, seis tacos de basebol, nove tochas, cinco potes de fumo e um very-light.

Foram também apreendidas seis viaturas e cerca de 15.300 euros em dinheiro.

A PSP divulga uma série de datas, que vão de 17 de Fevereiro até 31 de Agosto, onde alegadamente os suspeitos cometeram diversos crimes.

Participaram na operação 250 elementos, dos quais 185 da investigação criminal, 58 elementos das Equipas de Intervenção Rápida e três equipas com cães de pesquisa de droga e de controlo de canídeos.

Xico da Batalha disse...

Já estamos habituados a essas coisitas de claques, drogas, estações de serviço, fogos em autocarros, etc...

O que vai acontecer a esses verdadeiros adeptos do DESPORTO?

Vão ser obrigados a Termo de Identidade e Residência e assim poderão continuar a fazer o mesmo, que andavam a fazer, que ninguém dos verdadeiros donos do país (que é o tema do post) se vai preocupar.

Os presidentes de todos os clubes vão continuar a apoiar esses verdadeiros apoiantes do DESPORTO.

O macaco já escreveu tudo o que fez, já foi a tribunal vezes sem conta, e o que lhe aconteceu?
O mesmo que vai acontecer a estes.

Convém a quem vive do futebol, ter uma guarda PRETORIANA.
Só que essa guarda tem os seus custos.